quinta-feira, 4 de julho de 2013

P44 - Notícias dos nossos camaradas (5): Francisco Batista, ex-Alf Mil, CMDT do 4.º Pelotão da CART 2732.

Mensagem datada de 6 de Junho de 2013 do nosso camarada Francisco Batista, ex-Alf Mil, que passou a fazer parte dos efectivos da nossa Cart 2732 em Setembro de 1971:

Tendo ido para a Guiné em rendição individual, já em final de comissão fui recambiado para a CART 2732, em Mansabá. 
Recordo que no geral todos os camaradas, graduados ou não, eram simpaticos e educados, embora eu já estivesse um pouco cacimbado ou "apanhado pelo clima" como se dizia na Guiné, mas hoje faço um esforço tremendo para os recordar e recordo muito poucos. 
Parece que também eu passei o rio do esquecimento. Lembro-me de encontrar no bar o major Gaspar, comandante do COP, bom conversador e bom homem. Bebia mais whisky do que eu. Li que já morreu há anos. Paz à sua alma. 
Recordo o furriel enfermeiro que tinha um feitio folgazão, não recordo o nome, sei que era de Braga, e um dia dos últimos passados em Mansabá, lhe roubei uma garrafa de whisky e o convidei para ajudar a bebe-la, não gostou.

Recordo uma emboscada que um pelotão nosso, reforçado por uma secção do meu pelotão, sofreu entre o quartel em Mansoa, em que tivemos feridos com bastante gravidade, entre eles um cabo do meu pelotão que mesmo bastante ferido estava furioso por não ter dado uma grande sova aos "outros".

Houve também uma tarde em que o quartel sofreu uma flagelação de morteiros e eu com algum medo andei à procura de valas ao abrigos a que estava habituado no outro quartel, tendo por isso ouvido uma piada de um oficial que não era propriamente um louvor.

Gostaria de me libertar um pouco deste nevoeiro que cobre o meu passado na Guiné eis a razão que me leva a escrever a todos os que conviveram comigo ou outros porque a todos devo uma palavra de solidariedade, de amizade, enfim de boa camaradagem.

Só agora me apercebo, porque eu andava longe da internet, do imenso e útil trabalho desenvolvido pelo nosso camarada Carlos Vinhal, Luís Graça e outros bloguistas. Para eles o meu reconhecimento e o meu louvor.

E porque moro aqui paredes meias com o Carlos Vinhal, moro no Porto, e tenho um grupo informal de 15 ou 20 amigos com quem almoço quase todas as semanas em Leça da Palmeira, gostaria que viesse um dia almoçar connosco, pois o "presidente"da "confraria"até é um ex-militar da Guiné que o Carlos Vinhal já conhece.

Passem bem. 
Um abraço a todos
Francisco Batista


Comentário de CV:

Caro camarada Francisco Batista
Muito obrigado pelo seu contacto.
Já tivemos oportunidade de trocar correspondência por outra via, mas cabe aqui no nosso Blogue dar notícia desta sua mensagem.
Se não estou enganado, foi Comandante do 4.º Pelotão em substituição do Alf Mil José Manuel C.C. Meneres que por sua vez tinha ido substituir na CART o malogrado Alferes Couto que faleceu, vítima de uma mina antipessoal, em Outubro de 1970.

Da História da Unidade (CART 2732) na secção de recompletamentos, em Setembro de 1971, consta:
"Sr. Alf. Mil. n.º 11700368 - Francisco Maria Magalhães Baptista, destina-se a substituir o Sr. Alf. Mil. José Manuel C.C. Meneres, transferido para o Comando-Chefe".

Caso tenha em seu poder fotos de Mansabá, faça-mas chegar às mãos para que possa publicá-las aqui. Não tendo estado muito tempo connosco, passou por momentos bem difíceis, como todos sabemos.
Se quiser deixar aqui algumas das suas memórias, enquanto operacional da CART 2732, registá-las-emos com agrado.

Fica aqui um abraço em nome dos camaradas da nossa 2732
Carlos Vinhal

Sem comentários:

Enviar um comentário